quinta-feira, 28 de maio de 2009

É tão simples quanto isto:


“Quando há confiança, nenhuma prova é necessária... Quando não há, nenhuma prova é possível”.

4 comentários:

entremares disse...

Esta deixou-me a pensar, apesar de concordar.
Mas diz-me, em que contexto estás tu a pensar?

É que às vezes, as provas também reforçam ( ou mandam abaixo ) essa coisa frágil a que chamaste confiança...

Bjs

Anita* disse...

pensamentos ツ

Ni disse...

Que todas as tuas provas sejam gestos apenas sentidos... e que todos os teus gestos sejam sentidos na confiança da amizade e amor.

Bjinhos

dangerously in love disse...

Na mouche...até parece que estás "dentro da minha cabeça"...

beijo