sexta-feira, 26 de junho de 2009

Eu até pensava que era uma pessoa inteligente, mas...

Depois de ser obrigada, por motivos profissionais, a ler este artigo sobre assinaturas digitais:

"c) Assinatura digital: processo de assinatura electrónica baseado em sistema criptográfico assimétrico composto de um algoritmo ou série de algoritmos, mediante o qual é gerado um par de chaves assimétricas exclusivas e interdependentes, uma das quais privada e outra publica e que permite ao titular usar a chave privada para declarar a autoria do documento electrónico ao qual a assinatura é aposta e concordância com o seu conteúdo, e ao declaratário usar a chave pública para verificar se a assinatura foi criada mediante o uso da correspondente chave privada e se o documento electrónico foi alterado depois de aposta a assinatura;
…”
Diário da república – I Série A, nº 178 – 2.8.1999



Concluí que talvez não fosse assim tão inteligente e até precisasse de um desenho para lá chegar…

3 comentários:

maria disse...

Não é um comentário às assinaturas digitais;)
è só para dizer que acho que já sei fazer isto de seguir as actualizações do teu blogue
Agora estamos em permanente "connection"
beijinhos

entremares disse...

Perdoa o minúsculo comentário que vou fazer ao teu post, mas... depois de o ler três vezes e concluir que também não tenho Q.I. para tanto... só me apetece plagiar-te, com o título do teu penúltimo post.

Portanto...

F O U D A C H E

Beijos.

anabloom disse...

Bem!!!!!!!!!!! :o Também fiquei pasmada... não é suposto as leis serem claras e precisas e passíveis de uma única interpretação?! Que cena!!!